Visualização da Noticia

Infraestrutura na Praia Norte ficará pronta até o segundo semestre de 2018

Governador Rodrigo Rollemberg assinou ordem de serviço simbólica neste domingo (24). Os trabalhos começaram em agosto

VINÍCIUS BRANDÃO, DA AGÊNCIA BRASÍLIA (24/9/17)

Iniciadas em agosto, as obras de infraestrutura e urbanização da Praia Norte, no Setor de Mansões do Lago Norte, devem ficar prontas no segundo semestre de 2018.

Estão sendo construídos ciclovias, passeios, um estacionamento e um deck de 239 metros que terá um guarda-corpo na orla do Lago Paranoá.

Na manhã deste domingo (24), o governador Rodrigo Rollemberg esteve no local para fazer a assinatura simbólica da ordem de serviço das intervenções.

Para ele, essa é a obra do projeto Orla Livre que mais o agrada, visto que vai atender parte da população que mais precisa, como do Varjão e do Paranoá.

“Vamos ter toda a infraestrutura necessária para as pessoas desfrutarem deste espaço tão maravilhoso, dentro dessa perspectiva de democratizar o Lago Paranoá e de fazer com que ele seja a nossa praia, e praia tem de ter de todos.”

Também assinaram o documento o diretor-presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), Júlio Menegotto; o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Antônio Coimbra; e o administrador regional do Lago Norte, Marcos Woortman.

“Esta é mais uma obra do governo de Brasília para democratizar o uso do Lago Paranoá. Vai ser um espaço apropriado para o lazer da população e receber turistas”, disse Menegotto.

Praia Norte terá mais conforto e segurança

Também serão construídos no local três quiosques para comércio. “Vamos dar prioridade a quem já atua há muitos anos aqui e que acreditou neste espaço. Essas pessoas terão a oportunidade de trabalhar com melhores condições e mais conforto”, disse.

Para dar mais segurança aos banhistas, o Corpo de Bombeiros Militar do DF terá um local fixo para as equipes de salvamento. Nesta manhã, uma demonstração de situações de perigo serviu para alertar os frequentadores. “É preciso ter certos cuidados ao entrar no lago”, destacou o primeiro-tenente do Batalhão de Busca e Salvamento Aquático do Corpo de Bombeiros, Daniel Oliveira.

Foram simulados dois resgates de praticantes de stand-up paddle com o auxílio de duas embarcações e um jet ski da corporação.

A técnica em podologia Analice de Carvalho, de 32 anos, mora no Paranoá Parque e frequenta o local pelo menos uma vez na semana com os quatro filhos.

Ela já vinha observando o movimento dos trabalhadores da obra e espera que as intervenções levem mais conforto e segurança para a sua família. “Aqui sempre foi meio abandonado, esses quiosques vão trazer tranquilidade, a população merece”, disse.

Com investimento de R$ 9.909.779,33, o prazo para o término das obras é de 360 dias após o início, que ocorreu em agosto. O recurso é fruto de financiamento do Banco do Brasil.

Na estrutura, estão previstos:

  • Estacionamento
  • Ciclovia
  • Passeios
  • Deck com madeira plástica
  • Três quiosques de alimentação
  • Dois quiosques para banheiros
  • Quiosque para o Corpo de Bombeiros Militar do DF
  • Parque de diversões
  • Pergolados
  • Academia inteligente
  • Academia de ginástica para a terceira idade
  • Quadras de esportes