Visualização do Projeto

Plantas Medicinais- Saberes Tradicionais

Este trabalho tem o intuito de destacar as riquezas medicinais das plantas do Cerrado e a necessidade de manejo das espécies que de forma geral é vital para conservação do Bioma. Através do uso sustentável adequado, além de obter a qualidade para o medicamento fitoterápico, também poderá evitar a extinção de muitas espécies de plantas. O primeiro passo para o melhor aproveitamento dos recursos biológicos e genéticos das plantas nativas do Cerrado, visando ao desenvolvimento sustentável, será colocar em funcionamento o viveiro do CPS, de forma a multiplicar mudas de plantas medicinais nativas e exóticas. As mudas exóticas serão adquiridas de outros órgãos de apoio ao CPS (CERPIS- Secretária de Saúde e Jardim Botânico), já a produção de mudas nativas será por compra e também serão obtidas sementes de espécies do cerrado que encontram-se dentro de algumas Unidades de Conservação, desta forma se inicia a atividade de manejo sustentável . Ocorrerá a seleção de três Unidades de Conservação para a identificação de plantas com fins medicinais. A identificação destas espécies ocorrerá através de oficinais realizadas junto a população com a participação de profissional especializado, e em alguns momentos, a identificação ocorrerá somente pelo especialista. Em contribuição ao compartilhamento de conhecimentos ocorrerá a implantação de canteiros de plantas medicinais próximos à sede destas Unidades de Conservação para atendimento da comunidade local, no qual as mudas serão originárias do Centro de Práticas Sustentáveis . Além do mais, o foco em investigar o conhecimento sobre plantas medicinais em três Unidades de Conservação de uso sustentável, contribui para o entendimento das relações entre etnobotânica, manejo de biodiversidade, conservação in situ e empoderamento de comunidades locais. E para estas ações junto à comunidade ocorrerem o CPS contribuirá, além da produção e distribuição de mudas, com oficinas e rodas de conversas e palestras orientativas, com auxílio dos especialistas do Centro de Referência de Práticas Integrativas em Saúde CERPIS; e com a distribuição de plantas secas prontas para uso após a coleta, secagem, e acondicionadas em embalagem. Assim, esta proposta é de melhorar a relação homem natureza, de forma a trazer a população que habita no entorno das Unidades de Conservação a participar de atividades de educação ambiental, com foco em plantas medicinais, também de minimizar conflitos e buscar integração às dinâmicas locais. Pretende-se fortalecer e reativar o Centro de Práticas Sustentáveis no Mangueiral com centro de apoio as Unidades de Conservação. Portanto, entende-se que o conhecimento adquirido pela população refletirá em ações para a gestão, manutenção e preservação das Unidades de Conservação do Distrito Federal, de Uso Sustentável, onde o conhecimento técnico contribuirá no direcionamento para a adoção de práticas sustentáveis de manejo da biodiversidade, visando auxiliar em ações de preservação de recursos naturais, conservação da natureza e equilíbrio ecológico, tendo como temática impulsionadora as plantas medicinais.

Ocorrerá nos Centro de Práticas Sustentáveis- CPS, no Jardins Mangueiral

Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Distrito Federal Brasília Ambiental – IBRAM

Unidade de Educação Ambiental- EDUC

Sepn Q 511, Bloco C (Edifício Bittar), Brasília - DF, Via W 3 Norte - Asa Norte,

(61) 3214-5690

ROSANGELA MARTINES ECHEVERRIA

cps.voluntariado@gmail.com

Outras Informacões

Não

Asa Norte

10

500

Cronograma:

3/9/2018 até 3/3/2019

Manhã: de 6h às 12h | Tarde: de 12h às 18h | Noite: de 18h às 00h

Dia Período
Domingo
Segunda
Terça
Quarta
Quinta
Sexta
Sábado

Período de Inscrição:

10/8/2018 até 24/8/2018

Eixos de Atuação
  • Educação
  • Meio Ambiente
  • Desenvolvimento Sustentável
  • Saúde
  • Desenvolvimento Social
  • Público de Interesse
  • Idosos
  • Criança e Adolescente
  • Comunidade
  • Juventude
  • Pessoas com Deficiência
  • Mulheres
  • Associações e Cooperativas
  • Pessoas com Câncer
  • Dependentes Químicos